segunda-feira, 11 de abril de 2011

Alívio

A lágrima rolava pela superfície de seu rosto pálido, encontrando a barba mal feita, diminuindo de tamanho até transformar-se numa gota salgada de encontro ao chão branco e limpo do hospital.

Sentado em seu leito, os bipes uniformes da aparelhagem se tornaram uma nota única e contínua. À sua frente, na poltrona, estava um tipo curioso. Vestia um terno elegante, pernas cruzadas e sua atenção para o jornal do dia.

- Até que enfim, eu já não agüentava mais esperar por você - disse, num tom de desdém, o homem de terno.

Antes de abaixar o jornal, colocou seus óculos escuros. Possuía um rosto normal, desses que cruzamos diariamente no ônibus ou no supermercado. Um nariz, duas orelhas, uma boca e um par de óculos escuros. Simples assim.

O outro homem, aquele que derramou a lágrima, se levantou, sentindo o piso gelado nos pés nus. Olhou para o leito e, ainda calmo, observou por alguns instantes a si mesmo deitado.

8 comentários:

Victor Von Serran disse...

Nossa que reflexivo..... !
qual será a maneira que nos enxergamos em diversas situaçoes ?


12 mortos e 190 milhoes de feridos http://universovonserran.blogspot.com/

barbaranonato disse...

Morte.
Vi dessa forma. O homem no leito esperando pela morte que chega de terno e óculos escuros.
Gostei.

bia santos disse...

Lendo este post tive o mesmo pensamento da Barbara e me lembrei de uma música do Raulzito que eu adoro:

"Cada vez que eu me despeço de uma pessoa, pode ser que essa pessoa esteja me vendo pela última vez,
A morte, surda, caminha ao meu lado
E eu não sei em que esquina ela vai me beijar"

Karla Hack dos Santos disse...

Uau!
Adorei a forma como escreveu... me causou um incômodo, num bom sentido!

;D

Alex Azevedo Dias disse...

Bela história! Pensei na gota deslizando pelo rosto e se reduzindo ao sal no chão limpo do hospital, como a própria metáfora da essência do homem que se desfaz, em sua morte, convertendo-se em sal da terra, fertilizando o solo para o renascimento. Abraços...

Flavia Neris, disse...

Parabéns vc tem o dom de escrever , adorei seu blog .
Mui fuerte !!!!!!!!

Estou seguindo seu blog ja !

http://flavianerisfala.blogspot.com/

Folhetim Vespertino disse...

Gostei. Usarei se permitir esse texto em uma de minhas aulas. Parabéns.

PapoBacana disse...

muito bom seu texto..
maravilhoso...
gostei mesmo..
vc escreve super bem...



vou te seguir, gostei do teu blog..


Da uma lida nos meus textos..aceito qualquer critica..

Abraços..

..http://papiando-adoidado.blogspot.com